Amar como se não houvesse amanhã!

Faz a passagem um ente querido e nosso coração se despedaça. Pensamos em mil coisas que poderíamos fazer, mas, infelizmente, não foram feitas. E agora?

Maria Dolores Fiúza Terapeuta Holística e Transpessoal

Maria Dolores Fiúza Terapeuta Holística e Transpessoal

Nesses momentos, percebemos o quanto realmente  precisamos  trabalhar a falta. Falta de quem foi, do que foi, e a falta das atitudes que harmonizariam nossa alma, que nos deixariam ricos da sensação de dever cumprido, quites com os nossos deveres humanos!

É preciso se desprender das questões materiais; perceber a importância de iniciar, de executar e de concluir as tarefas o quanto antes. Não é verdade? Porque às vezes nós iniciamos um projeto e pensamos que ele é eterno, que não fecharemos o ciclo, que a execução será eterna. Pois não é. Temos que adiantar logo a execução das nossas atividades, das nossas tarefas. Não podemos ficar nos detendo com pequenas coisas, pequenos obstáculos; com melindres, com queixas, valorizando as dificuldades.

Precisamos estar atentos ao realizar nossas atividades, para cumprir com os nossos compromissos. Estar atentos com o que está ao nosso dispor, para servirmos da melhor forma possível, sem nos prender às dificuldades, aos obstáculos que encontramos, pois eles estarão em todos os lugares. Nós temos que ter um olhar de minimizar as obstruções para darmos seguimento a nossa caminhada, nos despedindo das pessoas queridas todos os dias; iniciando o dia sempre agradecendo e findando o dia com despedidas amorosas, para não haver depois arrependimentos por não ter dado o beijo, o abraço, e de não ter dito “eu te amo”; de não ter facilitado as relações.

As relações devem ser facilitadas, mantidas com a energia de afeto, de amor a cada dia. Diariamente se vivendo sempre como sendo o último dia; oportunizando o outro a ver o que temos de melhor para oferecer a ele, e isso é muito importante.  Censurar menos. A censura às vezes atrapalha tanto! Mas, ao mesmo tempo, não se pode permitir que o outro fracasse perto de você, sem que você chame a atenção dele sobre a dificuldade que você percebe. Isso também é muito importante. E salientar sempre a necessidade do outro estar caminhando com você lado a lado, não atrás de você, nem na sua frente, mas do seu lado. Você aprendendo com ele e ele ensinando a você. É uma troca constante que nós fazemos – e devemos fazer – nas relações. Isso não é tão difícil de realizar. Basta lembrar que existe um começo, um meio e um fim; que é tudo transitório e que não sabemos em que hora será interrompida nossa caminhada aqui.

Então, se pensarmos dessa forma, estaremos sempre agradecidos, atentos e estaremos sempre lembrando o outro sobre as suas necessidades e lembrando também das nossas necessidades.  Isso é urgente. É urgente amar, compreender, facilitar a vida do outro, e é urgente perdoar. É preciso ter uma urgência nesse sentido; de olhar para o outro e pensar: hoje é o último dia que eu vou encontrar, que vou dizer algo, que eu vou poder abraçar, que vou pedir desculpas em relação as minhas dificuldades.

Hoje é o último dia que poderei dizer tudo o que sinto, o quanto posso ser melhor, o quanto  posso fazer para facilitar a vida do outro e a minha também. Se pensarmos assim, nós findaremos com saudade, sem peso na consciência, sem pesar! É a isso que temos que dedicar total atenção a cada dia: Você está bem? Me perdoe! Tenha certeza, vai dar certo! E se não deu tempo de fazer o que acha hoje que poderia ter feito ontem, fique certo(a): lança agora energia de perdão, energia de afeto, energia de amor!  Sua energia chegará até lá, e o que não fez, acabará fazendo melhor, ao quadrado. A intenção forma um campo vibratório reparador, e o que deixamos de fazer, refazemos muitas vezes melhor intencionalmente em vibrações, pois envolve forte poder a emoção, quando bem direcionada! Vamos para frente! A culpa só atrapalha. Podemos tudo!

Paz, Cristo!

Maria Dolores Fiúza
Terapeuta Holística e Transpessoal – Self Coach

Conhece a Tanatologia? Já perdeu algum ente querido? Nesse momento delicidado da vida você está preparado? Clique aqui e saiba mais sobre o curso de preparação.